Questes para anlise

Quatro questões centrais para a análise foram definidas para analisar os estudos de caso, dentro do projeto CiVi.net:
  • Que tipo de instrumentos de gestão são utilizados para resolver os problemas ambientais e qual é a sua eficácia?
  • Que tipos de regras originais e arranjos institucionais encontram-se implementados e quais os modelos de governação económica estabelecidos?
  • Que aspectos devem ser considerados como cruciais ao transferir estas soluções para outras comunidades que enfrentam problemas semelhantes?
  • Qual é a capacidade das OSCs e das suas redes em contribuir para a localização, implementação e transferência de tais soluções?

 

Métodos de Pesquisa
O projeto CiVi.net terá uma abordagem de pesquisa-ação e estudo de caso. Abordagem de pesquisa- ação é um processo interativo que equilibra ações de resolução de problema, implementadas num contexto colaborativo com dados orientados a análise colaborativa para comprensão das causas subjacentes, permitindo previsões futuras sobre mudança pessoal e organizacional. Nossa abordagem de transferência será baseada na pesquisa-ação participativa. ‘Pesquisa-ação participativa essencialmente’ (PAP) é a investigação que envolve todas as partes relevantes a ativamente examinarem juntas a ação atual (que eles experimentam como problemática) para mudar e melhorar. Eles fazem isso refletindo criticamente sobre os contextos históricos, políticos, culturais, econômicos, geográficos e outros, que fazem sentido.
O factor-chave na nossa abordagem de pesquisa. No que respeita às nossas comunidades de estudo de caso, juntos académicos/ pesquisadores e as OSC são os “produtores de conhecimento”. Neste processo, nossas OCS parceiras podem ser definidos como “articuladores” para os nossos parceiros de pesquisa. No que respeita às nossas comunidades de transferência ambos parceiros serão, juntos “produtores de conhecimento”. Em nossas comunidades de transferência académicos/pesquisadores e OSC serão envolvidos na adaptação de soluções bem sucedidas e sustentáveis para a gestão de SE. Assim, pesquisadores/académicos e OSC parceiras se tornarão parte da comunidade de transferência no sentido da investigação-ação participativa.